26 de abr de 2009

Você é Feia! (Susan Boyle)

O que acham de uma tiazinha desempregada, de 47 anos de idade, que mora sozinha com seu gato, metida num vilarejo da perdida Escócia. Ela entra num programeco de música, com uma roupa antiquada, as sobrancelhas se encontrando sobre os olhos, onde, logo abaixo, o sorriso revela um evidente problema ortodôntico chamado mordida aberta, em razão do qual dificilmente a pessoa consegue uma pronúncia adequada.
Os jurados observam a candidata, riem da sua feiúra, do seu desajeito e perguntam como se perguntassem ao palhaço bêbado: _ O que você gostaria de cantar? Ela responde desinibida que cantará uma peça de, pasmem, nada mais nada menos que "Les Miserables, I dreamed a dream". Música que exige um agudo na palavra shame praticamente inalcançável pela maioria dos cantores líricos. A platéia ri antevendo o vexame.
Os jurados, para angariar mais números no IBOPE, instigam a candidata, que anteriomente havia defendido em forma de chiste _ VOU ESTREMECER ESSE TEATRO!

"(...) Eu sonhei um sonho com o tempo já acabado
quando a esperança era ancha
e viver valia a pena(...)
Há tempestades que não podemos prever(...)" ironia


video
Ela ergueu o agudo da vergonha acima dos píncaros do preconceito, como se perdoasse a mediocridade do pré-pensar, do pré-conceituar.
Afastou nuvens de risinhos safados e, de cima para baixo, expôs a fratura dos feiosos de fato.
Parabéns a Susan Boyle.

4 comentários:

  1. Estive por aqui lendo muito em seu blog!
    Abraço ADemar!!!

    ResponderExcluir
  2. Opa, Ademar, seja sempre bem-vindo. Outro abraço.

    ResponderExcluir
  3. Gostei de suas palavras!
    Voltarei num outro momento, com mais calma, para conhecer melhor seus escritos e postagens!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ah, Rita.. Rita.. andei por lá, em seu blog, tudo muito sensível... muito belo, tanto a escolha das imagens quanto os versos. Parabéns novamente.

    ResponderExcluir