14 de nov de 2012

Filme: Intocáveis (Intouchable), dir.Eric Toledano, 2011

Intocáveis tem um enredo interessante porque, apesar de água com açúcar, agradável a quem está cansado, não ofende a inteligência do espectador com fórmulas prontas a exaustão. Além do mais a trama subverte um dos valores mais caros ao nosso patriarcalismo cristão, que é a noção de hierarquia e respeito. Ora, quando o mundo árabe, que dominou a Península Ibérica e parte do sul da Itália por 700 anos,  alastrando sua influência multicultural por toda a Europa, sucumbiu ao poder eclesiático monarquista, perderam-se as relações horizontais. Por refluxo, a hierarquia respeitosa do antigo Pater Potestas romano (direito soberano dos pais sobre todos da casa) voltou à baila e dominou as relações particulares, quebrando de vez as relações horizontais, entre partes iguais. 
Ora, a amizade só se dá numa relação não hierarquizada, que é o contrário da ideia de respeito. Só se respeita aquele supostamente superior: "o senhor, a senhora, o doutor, o eminente etc". Acontece que o ser humano necessita de calor humano, que só se desenvolve na amizade, onde não há hierarquia. O filme aborda um sujeito hedonista que, por não ter sido institucionalizado (escola, família, empresa... fontes do poder hierárquico), quebra de vez essa estrutura e trata o milionário tetraplégico de igual pra igual, ou seja, rompe as barreiras da relação vertical para a instauração da amizade, que é o grande tema desse filme. Em suma, filminho interessante, com ótimas atuações.

Ficha Técnica

Direção: Olivier Nakache, Eric Toledano
Roteiro: Olivier Nakache, Eric Toledano
Elenco: François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Clotilde Mollet, Alba Gaïa Kraghede Bellugi, Cyrril Mendy, Christian Ameri
Fotografia: Mathieu Vadepied
Trilha Sonora: Ludovico Einaudi
Produção: Nicolas Duval-Adassovsky, Laurent Zeitoun, Yann Zenou
Distribuidora: Califórnia Filmes
Estúdio: Chaocorp / Gaumont / TF1 Films Production / Quad Productions
Duração: 112 minutos
País: França
Ano: 2011


Sinopse:
"Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabele, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro".

Torrent: http://thepiratebay.se/search/Intouchables/0/99/200



17 de set de 2012

Crítica Genética: Alternativas à Obstrução Formalista

Luciano Marra

Resumo


O presente artigo contrasta as inovações na área da Estética trazidas pela Crítica Genética com o engessamento imposto pelo pensamento analítico aristotélico, que deu origem à crítica formalista. Este pensamento, que ainda hoje causa estragos à criatividade dos artistas, apregoa que o discurso poético deveria, dever no sentido forte, moralizante, ser submetido ao jugo do pensamento analítico a título de categorização e valoração. Neste estudo, uma arqueologia da crítica, são expostos os aspectos libertadores da Crítica Genética, já que esta última valoriza o movimento do interior ao exterior do fazer artístico, em vez de confranger a priori a obra in totum, tal como o fazem os críticos formalistas.

29 de jan de 2012

Monopólio (Man.Som.Hatar.Kvinnor)

Bem, como as grandes corporações não tiram as garras da circulação particular da informação, passemos à velha estratégia de compartilhar documentos de PC para PC, sem os "malvados" provedores (prenderam o dono do Megaupload).

A estratégia, para quem não sabe, é utilizar um programa de torrent, pode ser este aqui:

http://www.baixaki.com.br/download/utorrent.htm
"O uTorrent é um dos primeiros nomes que vêm à cabeça de quem baixa arquivos da web. O programa que inovou ao oferecer um visual compacto e excelentes ferramentas que aproveitam de verdade a banda larga chega à sua terceira versão e apresenta uma série de novidades".

Depois que baixar algum documento para seu PC, com o emprego do programa, é bom manter o documento nela para que outras pessoas também possam baixá-lo, aumentando assima velocidade de download.
Para esse tipo de programa, um bom site de busca é este, Baía dos Piratas:

http://thepiratebay.org/

Colocarei a página do filme original, que ainda não assisti:

Homens que Não Amavam as Mulheres, 2009, dir. Niels Arden Oplev, Suécia:

http://thepiratebay.org/torrent/5124117/Man.Som.Hatar.Kvinnor.2009.BRRip.XviD.AC3-ViSiON
Direção: Niels Arden Oplev
Roteiro: Nikolaj Arcel, baseado em obra de Stieg Larsson
Gênero: Suspense
Duração: 152 min.
Estúdio: Danish Filminstitute
Produção: Søren Stærmose
Música: Jacob Groth
Edição: Anne Østerud


A legenda em português continua vindo do Opensubs:
http://www.opensubtitles.org/pb/subtitles/3950663/man-som-hatar-kvinnor-pb