27 de fev de 2010

Filme: Les Invasions Barbares (Invasão Bárbara), dir. Denys Arcand, 2003

Eutanásia: junção do prefixo grego EU (bom) com Tanatos (deus da morte, irmão de Hypnos, deus do sono). O filme é um drama finíssimo em que se pratica a eutanásia num doente terminal ao mesmo tempo em que a vida fica mais evidente, seja nele próprio, seja em seus companheiros de vida, incluindo seu filho outrora afastado. As discussões seguem sobre política, sexo, feminismo, filosofia, modas, épocas e, ao final, tudo se resume em vida e amizade. Trilha impecável, sequencia melhor ainda.
Ótimo filme e se engana

quem pensa que é francês, não senhores, é um filme de Quebec, Canadá.

Les Invasions Barbares
Diretor: Denys Arcand
Produção: Canadá/França
Com: Dma Michel, Louise Portal, Yves Jacques e Pierre Curzi

Ano: 2003

Sinopse: "Rémy, um intelectual divorciado na faixa dos cinquenta anos, está hospitalizado. Sua ex-mulher Louise chama com urgência seu filho Sébastien, financista que mora em Londres. Sébastien hesita -ele e seu pai não têm muito o que dizer para o outro após tantos anos. Finalmente, ele aceita ir a Montreal para ajudar sua mãe a cuidar do pai".



Download via rapidshare:

http://rapidshare.com/files/18689157/L1s2I3s4B5s.Def.part1.rar
http://rapidshare.com/files/18689465/L1s2I3s4B5s.Def.part2.rar
http://rapidshare.com/files/18689797/L1s2I3s4B5s.Def.part3.rar
http://rapidshare.com/files/18690093/L1s2I3s4B5s.Def.part4.rar
http://rapidshare.com/files/18690386/L1s2I3s4B5s.Def.part5.rar
http://rapidshare.com/files/18690744/L1s2I3s4B5s.Def.part6.rar
http://rapidshare.com/files/18691040/L1s2I3s4B5s.Def.part7.rar
http://rapidshare.com/files/18691150/L1s2I3s4B5s.Def.part8.rar

Legenda em português:

http://www.opensubtitles.org/pb/search/imdbid-338135/sublanguageid-pob,por

26 de fev de 2010

Filme: Hurt Locker (Guerra ao Terror), dir. Kathryn Bigelow

Filme sobre a Invasão Americana ao Iraque, ironicamente traduzida por Guerra ao Terror (terror por parte de quem?) mais especificamente sobre um esquadrão americano encarregado do desarme de bombas: direção impecável (difícil para uma mulher adotar o ponto de vista masculino: truculento, com jogos e disputas atávicas), filme tenso, realista, movimentado e com boas atuações. Mais forte concorrente ao Oscar contra o milionário Avatar. (US$500 milhões) Até aí, tudo bem.
No entanto, costumeiramente toda arte narrativa envolve o espectador ao expor a vida dos protagonistas, tornando-os familiares e, com isso, gerando naturalmente empatia entre um e outro. Ora, esse filme, afora o virtuosismo técnico da diretora, é em seu sentido mais uma patriotada ianque, que pretende humanizar e justificar por baixo dos panos a criminosa invasão do Iraque em busca de petróleo. Ponto que causa um certo desconforto em que tem senso crítico: por um lado, identifico-me com os personagens, por outro, quando ligo o senso crítico, torço mais para que os soldados ianques, que mataram crianças iraquianas, estupraram mulheres, explodiram famílias inteiras, torturaram pais de família, atiravam bêbados em qualquer um que cruzasse seu caminho, morra da pior morte possível. Soldados americanos comportaram-se como criminosos comuns, numa guerra que por si só já é um crime internacional, sem ser autorizada pela ONU e devem ser julgados por isso.
Embora tudo isso não impeça, com a devida ressalva, de apreciar o filme como ficção (com F maiúsculo).

Realização: Kathryn Bigelow
Ano: 2008
País: EUA
Género: Guerra, Drama, Acção, Thriller
Áudio: Inglês

Download via megaupload:

25 de fev de 2010

Filme: Ken Park, dir. Larry Clark, 2002

Pra dizer a verdade, diferentemente de seu filme anterior, o ótimo Kids de 1995, este filme não resulta de uma visão decadente da sociedade estadunidense, pelo contrário, é uma cópia exagerada de filmes realistas que mostram uma sociedade muitíssimo diferente da imagem projetada por hollywood ao resto do mundo. Neste, a necessidade de escandalizar cresce e toma conta do enredo, denotando um artificialismo forçado com o mero intuito de fazer sucesso no mundo cult, mas como tem gente que gosta desse estilo: "garoto se masturbando enquanto se enforca", coloco aqui.

titulo original: (Ken Park)

lançamento: 2002 (EUA)

direção: Larry Clark , Edward Lachman

atores: James Ransone , Tiffany Limos , Stephen Jasso , James Bullard , Mike Apaletegui

duração: 96 min

gênero: Drama


SINOPSE:
"A rotina de quatro adolescentes da cidade de Visalia, Califórnia. Shawn (James Bullard) é um skatista que transa com a namorada e com a mãe de sua namorada. Tate (James Ransone) gosta de se masturbar várias vezes seguidas e tem um cachorro de três pernas. Ele é criado pelos avós, que não respeitam a sua privacidade, o deixando furioso. Claude (Stephen Jasso) é agredido seguidamente pelo seu violento pai, um alcoólatra que o acusa de homossexualismo, e é consolado pela sua apática mãe grávida. Peaches (Tiffany Limos) anseia por liberdade, mas tem de cuidar de seu religioso pai, um cristão fundamentalista, que a espanca após vê-la transando. Embora conversem o tempo todo, cada um dos personagens não sabe dos problemas enfrentados pelos outros".



Download legendado:
http://rapidshare.com/files/254700785/KPLCK.ADL.part1.rar
http://rapidshare.com/files/254742293/KPLCK.ADL.part2.rar
http://rapidshare.com/files/254745498/KPLCK.ADL.part3.rar

24 de fev de 2010

Filme: Fish Tank ( O Aquário), dir. Andrea Arnold, 2009

Mais um interessante filme de Andrea Arnold, a mesma de Red Road. O tema deste já nos é familiar: para quem nasce com perfil criativo a sociedade para a produção de bens de consumo nada mais é do que um aquário, um cerco, uma caixa fechada, uma limitação da qual resta, à chegada da idade da razão (Sartre), adaptar-se (o burguês tributável dos poemas de Fernando Pessoa) ou criar seu microcosmo próprio, que depois também será assimilado pelo sistema: monta-se uma banda de rock, uma empresa de tecnologia (Apple), uma família naturista, uma comunidade hippie, uma revista (Le Liberté). Isso quando tudo dá certo em favor da adaptação, porque quando se escolhe uma vida livre (fora do Pacto Social), geralmente somos conduzidos à marginalidade: artista marginal, banditismo, vício, suicídio, miséria etc. Já vimos isto nos Inconformados de Truffaut, em Nói Albinói, em Christane F., Sid Vicious, My Own Private Idaho (Garotos de Programa) e muitos outros. O bom de Andrea Arnold é sua honestidade e familiaridade com o tema, nada é superficial com intenção de fazer mais um filme realista-para-o-sucesso como Ken Park, imitação deslavada de Gummo, Kids, Elephant, Alfa dog.
Sinopse:
"O longa conta a história de Mia uma garota de apenas 15 anos que tem a vida virada de cabeça para baixo após a sua mãe trazer um novo namorado para viver em casa.
Fish Tank é um filme independente dirigido por Andrea Arnold e estrelado por Katie Jarvis, que foi aclamado pela crítica no Festival de Cinema de Telluride e um dos mais aguardados para o Festival de Toronto". Mais comentários no sítio: Omelete

Ficha Técnica
Título no Brasil: Fish Tank
TítuloOriginal: Fish Tank
Gênero: Drama
Classificação etária: 14 anos
Tempo de Duração: 123 min
País de Origem: Reino Unido
Ano de Lançamento: 2009
Estúdio: BBC Films
Direção: Andrea Arnold


Download via Megaupload:

21 de fev de 2010

Filme: Welcome, dir. Philippe Lioret, 2009

Geralmente filmes que conseguem conjuminar situação política e drama dão bons frutos. Neste percebemos o recrudescimento das leis francesas contra imigrantes ilegais, que fazem parte da onda direitista que assola a Europa, colocando os Sarkozys e Berlusconis no poder. Suas economias entram em crise graças à própria incoerência do capital, que germinalmente não consegue expandir-se até o infinito e quem paga o pato são imigrantes que tiveram seus países destruídos pelos mesmos países que agora os rechaçam. Os frutos desta mentalidade autoritária e financista chocam com a consciência de boa parte dos europeus lúcidos. O drama explora justamente essa realidade: rapaz curdo vai pra França e tenta chegar até à Inglaterra a nado, com a ajuda de um ex-campeão de natação francês. Ótimo filme, os franceses quando não tentam fazer filmes americanos às vezes acertam o passo.

Comentário mais completo no sítio Cinemascópio.

Título no Brasil: Bem-Vindo
Título Original: Welcome
País de Origem: França
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 110 minutos
Ano de Lançamento: 2009

Estúdio/Distrib.: Imovision
Direção: Philippe Lioret






Download da legenda em português:

http://www.opensubtitles.org/pb/requestd/idmovie-50951/sublanguageid-pob

20 de fev de 2010

Filme: A Professora de Piano (La Pianiste), dir. Michael Haneke, 2001

Não digo que seja um grande filme, mas é, no mínimo, instigante. Sob a perspectiva de uma professora que transita entre o quadro de repressão e neurose, com todo tipo de perversão sexual e desespero por controle do outro, Haneke explora a possibilidade do amor entre a professora e o aluno. Hipótese remota num quadro tão severo de sofrimento mental, embora o desdobramento valha a pena ser conferido.

Sinopse: "Erika Kahut é uma respeitada professora de piano que esconde por trás dessa nobre arte os mais ávidos desejos eróticos".

Direção: Michael Haneke
Roteiro: Michael Haneke
Título Original: La Pianiste
Origem: França/Áustria/Alemanha/Polônia
Duração: 131 min
Idioma: Francês
Legendas: Português
Formato: rmvb
Tamanho: 429 MB
Servidor: Rapidshare



Download via rapidshare:
http://rapidshare.com/files/245755679/2001_-_La_Pianiste.part1.rar
http://rapidshare.com/files/245760230/2001_-_La_Pianiste.part2.rar
http://rapidshare.com/files/245763551/2001_-_La_Pianiste.part3.rar

19 de fev de 2010

Filme: Ventos da Liberdade (The Wind That Shakes The Barley), dir. Ken Loach, 2006

É verdade que Ken Loach às vezes mostra um lado esquerdista pueril, mas neste filme, mais histórico do que propriamente dramático, ele acerta em cheio. O filme revela o sentimento de resistência que dominou a Irlanda na época da criação do IRA. E como a ação baseada em idéias cria lados e ódios, fazendo ecoar mais forte ainda a máxima de Marlraux: "Uma vida não vale nada, nada vale uma vida".

O elenco é de primeira e a trama não perde em nada. Muito bom o filme.

Sinopse: "Na Irlanda, em 1920, trabalhadores das cidades e do campo se unem à guerrilha para combater tropa que quer impedir a independência irlandesa. O filme acompanha, especificamente, o drama de dois irmãos que entram em combate: Damien (Cillian Murphy ), que abandona uma promissora carreira como médico, e Teddy (Padraic Delaney), um violento guerrilheiro".

Tamanho: 719MB
Gênero: Drama
Formato: Avi
Qualidade: DVDRip
Audio: Português
Legenda: S/L
Ano de Lançamento: 2006


Download via Megaupload _ Cópia Dublada:

http://www.megaupload.com/?d=4D5T1RLE

18 de fev de 2010

Filme: Ágora, dir. Alejandro Amenábar, 2009

Do mesmo diretor de Os Outros e Mar Adentro, temos um épico de respeito. Trata-se da ascensão do cristianismo em Alexandria, onde se encontrava a maior e mais importante biblioteca do mundo antigo. A trama é crua e mostra sem pudores o que é toda religião: luta por poder, valem-se de qualquer argumento ou qualquer mitologia, fantasia, discurso mágico para chegar ao poder, mandar matar, matar, estuprar, queimar, torturar, articular, em suma, tudo o que for concebido pela loucura (ah, precioso Nietzsche, se eu não conhecesse tão de perto o ceticismo de Sexto Empírico, dar-te-ia razão, os homens são pura Vontade de Potência). Depois desse filme, ficam mais claras as declarações de Cioran "e o que fala em nome dos outros é sempre um impostor. Políticos, reformadores e todos os que reivindicam um pretexto coletivo são trapaceiros". p.25, Breviário da Decomposição.

P.S. A atriz é a mesma do filme do Meirelles, Jardineiro Fiel, ela é lindíssima (Rachel Weisz).

Sinopse: "O roteiro foi assinado pelo próprio Amenábar, novamente em parceria com Mateo Gil. Esse será o segundo filme rodado em inglês da carreira do diretor chileno (o primeiro foi o de terror Os Outros, de 2001).

A trama se passa no Egito Antigo, por volta do século 4, e conta a história de Hypatia (Weisz) de Alexandria, filósofa e astróloga, que luta para salvar a sabedoria adquirida pelo mundo antigo. Davus (Max Minghella), seu escravo, está dividido entre o amor por sua senhora e a chance de ganhar sua liberdade se juntando à crescente corrente do Cristianismo".

Título Original: Agora
Género: Épico / Aventura / Romance
Ano de Produção: 2009
País de Produção: Espanha / Malta
Direcção: Alejandro Amenábar
Elenco:
Rachel Weisz - Hypatia
Max Minghella - Davus
Oscar Isaac - Orestes
Ashraf Barhom - Ammonius
Michael Lonsdale - Theon
Rupert Evans - Synesius

Download via Megaupload:

  1. http://www.megaupload.com/?d=1DBFHVD9
  2. http://www.megaupload.com/?d=GMIV8LY2
  3. http://www.megaupload.com/?d=U7S7N1HN
  4. http://www.megaupload.com/?d=YA8QRDPZ

Download da legenda em português:

http://www.opensubtitles.org/pb/search/sublanguageid-pob,por/idmovie-50479

16 de fev de 2010

Filme: Adoration, dir. Atom Egoyan, 2008

Atom Egoyan já é um diretor aclamado, mais pela boa transição de sucesso entre filmes de entretenimento e arte do que por sua qualidade como artista estilizado. Este é um drama morno sobre esteriótipos e discussões superficiais sobre assuntos sérios. As atuações são boas, como sempre o cinema ianque tem recursos técnicos de sobra para que um enredo mediano não provoque sono. Vale a pena ver se não tiver coisa melhor para fazer, porque as discussões são muito, muito infantis.

Sinopse: "Quando sua classe de francês deve traduzir uma reportagem sobre um terrorista que plantou uma bomba na bagagem da namorada grávida , Simon (Devon Bostick) , começa a penetrar no passado tenebroso de sua família . Os motivos que resultaram na morte de seu pai Sami (Noam Jenkins) e de sua mãe Rachel (Rachel Blanchard) , atiçam sua vida no mundo real e virtual . Diante da crise que se revela, o confuso adolescente, que vive com o seu bem-intencionado tio Tom (Scott Speedman), se fecha cada vez mais, abrindo-se apenas para sua misteriosa professora de francês , Sabine (Arsinée Khanjian)".

Tamanho : 349 MB
Idioma : Inglês
Legenda : Português
Formato : Avi
Gênero : Drama/Suspense
Ano : 2008

Download via Megaupload:
http://www.megaupload.com/?d=JL1CZ1Q8

14 de fev de 2010

Filme: Crime e Castigo, dir. Aki Kaurismäki, 1983

Interessante adaptação, ou melhor, livre adaptação da obra-prima de Dostoievski. Após matar um homem, neste filme, a culpa do protagonista não provém de um conflito interior, mas da relação com a mulher, a relação evoca a culpa, sem a qual ela não existiria. A entrada da mulher em sua vida provoca sua saída do isolamento voluntário, com a assunção do crime o personagem sai de seu isolamento existencial e retorna a um isolamento compulsório físico, que não o aflige, uma vez que este é seu modo de vida habitual. Boa abordagem.

Sinopse:
"Sem deixar de ser fiel ao espírito original da obra, essa é uma adaptação moderna do clássico de Dostoievsky. O personagem principal da história é um jovem empregado de um matadouro que comete um crime insensato. A partir daí, ele inicia sua trajetória de marginalidade e solidão. Uma jovem que, acidentalmente chega na cena do crime, é a única pessoa que deseja seguir ao seu lado. A 15ª Mostra apresentou uma retrospectiva do diretor Aki Kaurismäki".
Direção: Aki Kaurismäki
Ano: 1983
País: Finlândia
Gênero: Policial, Drama
Duração: 93 min. / cor
Título Original: Rikos ja Rangaistus
Título em inglês: Crime and Punishment


Download via rapidshare:

http://rapidshare.com/files/135340972/Crime.and.Punishment.part01.rar

http://rapidshare.com/files/135340995/Crime.and.Punishment.part02.rar

http://rapidshare.com/files/135355165/Crime.and.Punishment.part03.rar

http://rapidshare.com/files/135355203/Crime.and.Punishment.part04.rar

http://rapidshare.com/files/135355226/Crime.and.Punishment.part05.rar

http://rapidshare.com/files/135355231/Crime.and.Punishment.part06.rar

http://rapidshare.com/files/135367573/Crime.and.Punishment.part07.rar

http://rapidshare.com/files/135367643/Crime.and.Punishment.part08.rar

http://rapidshare.com/files/135364411/Crime.and.Punishment.part09.rar



Legenda em português:
http://www.opensubtitles.org/pb/subtitles/3252689/rikos-ja-rangaistus-pb

13 de fev de 2010

Filme: Amarelo Manga, dir. Cláudio Assis, 2003

Mais um filme naturalista de Cláudio Assis, em cuja linha basta para entender o homem saber de seu estômago e de sua genitália. O filme é movimentado, com algumas cenas mal arrematadas, mas no geral é recomendável, pra quem gosta desse desnudamento sem pudor. As atuações são de primeira.

Sinopse:
"No subúrbio de Recife, Lígia (Leona Cavalli) acorda já mal humorada, pois terá de suportar mais um dia servindo fregueses, que às vezes a bolinam no bar onde trabalha. Quando o dia terminar, só lhe restará voltar ao seu pequeno quarto, em um anexo do bar, e dormir para suportar a mesma coisa no dia seguinte. Paralelamente Kika (Dira Paes), que é muito religiosa, está freqüentando um culto enquanto seu marido, Wellington (Chico Diaz), um cortador de carne, decanta as virtudes da sua mulher enquanto usa uma machadinha para fazer seu serviço. Neste instante no Hotel Texas, que também fica na periferia da cidade, Dunga (Matheus Nachtergaele), um gay que é apaixonado por Wellington, varre o chão antes de começar a fazer a comida. Na verdade ele é a pessoa mais polivalente no Texas, pois faz de tudo um pouco. Um hóspede do Hotel Texas, Isaac (Jonas Bloch), sente um grande prazer em atirar em cadáveres, que lhe são fornecidos por Rabecão, um funcionário do I.M.L. Apesar de decantar Kika, isto não impede de Wellington ter uma amante, que está cansada da situação e quer que ele tome logo uma decisão. Já Dunga pretende conseguir Wellington de outra forma, ou seja, fazendo um trabalho em um terreiro, assim de uma vez só ele "dá uma rasteira" na mulher e na amante. Isaac vai se encontrar no bar com Rabecão para lhe avisar que pode levar o cadáver. Lá ele conhece Lígia e sente vontade de ir com ela para a cama, mesmo com Rabecão lhe avisando que ninguém ali transou com ela".
  • título original:Amarelo Manga
  • gênero:Drama
  • duração:01 hs 40 min
  • ano de lançamento:2003
  • site oficial:
  • estúdio:Olhos de Cão Produções
  • distribuidora:Riofilme
  • direção: Cláudio Assis
  • roteiro:Hilton Lacerda
  • produção:Cláudio Assis e Paulo Sacramento
  • música:Lúcio Maia e Jorge Du Peixe
  • fotografia:Walter Carvalho

Novo link ainda não testado:

http://depositfiles.com/files/305ht0g49

11 de fev de 2010

Filme: A Fita Branca (Das Weisse Band), dir. Michael Haneke, 2009

O filme é meio lento, mas vale ser visto, pois mostra muito bem o cenário social no qual Freud deduz sua teoria sobre recalque, neurose, desejo, frustração etc. Estão lá, nesta pequena aldeia, microcosmo de toda Alemanha, tudo contra o qual Nietzsche lutava, a hipocrisia luterana, o policiamento sexual, o autoritarismo, o patriarcalismo sádico, a austeridade, o culto à dor, a seriedade, em suma tudo o que fermenta um povo neurótico, idólotra e sádico, ou seja, o ninho de onde surgirá Hitler.

Sinopse: "Às vésperas da Primeira Guerra Mundial, estranhos eventos perturbam a calma de uma pe- quena cidade na Alemanha. Uma corda é colocada como armadilha para derrubar o cavalo do médico, um celeiro é incendiado, duas crianças são seqües- tradas e torturadas. Gradualmente, estes incidentes isolados tomam a forma de um sinistro ritual de pu- nição, deixando a cidade em pânico".

Direção: Michael Haneke
Roteiro:
Michael Haneke
Título Original: Das Weisse Band
Origem: Áustria/Alemanha/França/Itália
Duração: 138 min
Idioma: Alemão/Italiano/Polonês/Latim
Legendas: Português
Formato: rmvb*
Tamanho: 460 MB
Servidor: Rapidshare




Download via rapidshare legendado:

http://rapidshare.com/files/309154255/2009.fit.branc.part1.rar
http://rapidshare.com/files/309154255/2009.fit.branc.part1.rar
http://rapidshare.com/files/309172806/2009.fit.branc.part3.rar

9 de fev de 2010

Filme: Arca Russa, dir. Sokurov (2002)

À parte o virtuosismo técnico de Arca Russa, todo filmado em plano único, sem cortes, com a câmera sendo personagem, o filme é de uma grandiosidade inigualável. Sokurov revela em nome de quê o poder se exerce, hedonismo deslavado, corruptor, isto é, vive-se para desfrutar do luxo, da vida palaciana, da ostentação, dos banquetes, da disponibilidade das grandes obras de arte, da beleza das pessoas, dos talheres, das colunas pintadas com ouro, dos pisos de mármore raros, dos tapetes suntuosos, dos lustres mais ainda, da subserviência dos criados, da subserviência dos soldados etc. E tudo é muito corruptor, tudo é muito belo nos palácios. Sokurov passa por esta medusa encantatória entre os séculos XVIII e XXI. Obra-prima do cinema, embora algumas pessoas defendam ter havido certo exagero na permanência das cenas e com isso tenham-se enfadado.

Sinopse:
Nos dias atuais um cineasta é misteriosamente enviado ao museu Hermitage, em São Petersburgo, no ano de 1700. Lá ele encontra um diplomata francês do século XIX, com quem inicia uma jornada pela história da Rússia entre os séculos XVIII e XXI.
Ao realizar uma viagem em um Museu, na Rússia, aristocrata francês encontra figuras históricas dos últimos 200 anos.
Mais detalhes no link: http://www2.uol.com.br/mostra/30/p_exib_filme_arquivo_4668.shtml

Ficha:
Gênero:Drama
Dduração: 97 Min
Ano de lançamento: 2002
Qualidade/Formato: DvdRip/RMVB
Audio: Russo
Legendas: Pt/Br
Tamanho: 341 mb



Download via rapidshare legendado:
http://rapidshare.com/files/281360175/RSNAK_2002_.Oz.Luizcarlos.part1.rar
http://rapidshare.com/files/281377887/RSNAK_2002_.Oz.Luizcarlos.part2.rar
http://rapidshare.com/files/281402195/RSNAK_2002_.Oz.Luizcarlos.part3.rar
http://rapidshare.com/files/281553182/RSNAK_2002_.Oz.Luizcarlos.part4.rar

6 de fev de 2010

Filme: Cinema, Aspirinas e Urubus, dir. Marcelo Gomes, 2005

Baseado em fatos reais é um filme passado no sertão, onde dois mundos aparentemente heterogêneos se misturam. Rapaz alemão, fugindo da II Guerra, vai vender aspirinas no sertão e encontra um nordestino que se torna seu auxiliar. A aridez os absorve e une, como defendiam os existencialistas, em situações limites o homem descobre a fraternidade da simbiose. A narrativa é lenta como a paisagem, mas para o espectador de hoje é monótono demais. Vale a pena ser visto, mas assista num dia em que estiver descansado, senão do poético ao sonífero é um pulinho.
Gostei mesmo foi das atuações, o ator é o mesmo de O Estômago.

Sinopse: "Em 1942. No sertão do Brasil, encontram-se dois homens muito diferentes: o alemão Johann, que fugiu da guerra, aceitando um emprego para vender a mais nova droga miraculosa, a aspirina; e o sertanejo Ranulfo, mais um dos muitos agricultores expulsos de suas terras pela implacável seca nordestina.
Johann precisa de um ajudante e contrata Ranulfo. Num caminhão, os dois percorrem as estradas poeirentas do interior do Brasil. Mostram aos moradores das menores vilazinhas um filme sobre o novo remédio que é a primeira experiência com o cinema da maioria deles.
A viagem é também uma oportunidade de troca entre duas experiências de vida muito diferentes, do alemão urbano e educado, e do brasileiro iletrado mas versado em vários expedientes úteis para seu dia-a-dia".

Direção: Marcelo Gomes
Duração: 99 min
Origem: Brasil
Idioma: Português
Site Oficial: uol.com.br/urubus
Formato: RMVB
Tamanho: 345MB

Download via rapidshare:

http://rapidshare.com/files/53231196/Cinema_aspirinas_e_urubus.part1.rar
http://rapidshare.com/files/53238654/Cinema_aspirinas_e_urubus.part2.rar
http://rapidshare.com/files/53248556/Cinema_aspirinas_e_urubus.part3.rar
http://rapidshare.com/files/53253786/Cinema_aspirinas_e_urubus.part4.rar

2 de fev de 2010

Filme: Moon, dir. Duncan Jones, 2009

Já não sou fã de ficção científica, penso que a ciência não serve à única coisa que me interessa, o relacionamento humano. Com essa disposição, no começo, o filme me passou a impressão de "xiii... lá vem um remendão entre Blade Runner e Solaris", mas aí o enredo começa a crescer, o diálogo melhora, o filme vai tomando forma, o ator cresce, o robô foge dos clichês etc. Gostei sim, mais da metade em diante, é verdade.
O filme explora de maneira inusitada o uso comercial da clonagem humana, transformando o homem em ativo industrial (não conto mais porque estragaria o suspense). A única ressalva intelectual que faço é que o filme mostra a possibilidade de o clone ter sua memória programada. Bem, segundo minhas pesquisas em Semiótica e Fenomenologia, creio que a memória humana não seja um depósito de imagens captadas ao longo da vida, como a maioria dos psicólogos do comportamento trabalha, tal como os empiristas imaginavam, mas uma habilidade de recriar, seja por meio de idéias, seja por meio de imagens o que já foi percebido por nós, numa espécie de significação presente do passado, numa espécie de (re)presentação do que passou.

Sinopse:
Em Moon, Astronauta tem experiência transcedental ao fim de um período de três anos de pesquisas na Lua, quando descobriu maneiras de resolver o problema de energia da Terra.

Ano de Lançamento: 2009
Nome: Moon
Gênero: Suspençe | Ficção Cientifica
Duração: 100 Minutos


Download legendado em RMVB:

http://www.megaupload.com/?d=8Q2K6NSU

ou

Download via rapidshare:

http://rapidshare.com/files/336489766/LUNA.part01.rar
http://rapidshare.com/files/336490017/LUNA.part02.rar
http://rapidshare.com/files/336490902/LUNA.part03.rar
http://rapidshare.com/files/336503214/LUNA.part04.rar
http://rapidshare.com/files/336508616/LUNA.part05.rar
http://rapidshare.com/files/336531872/LUNA.part06.rar
http://rapidshare.com/files/336532005/LUNA.part07.rar
http://rapidshare.com/files/336543106/LUNA.part08.rar
http://rapidshare.com/files/336554684/LUNA.part09.rar
http://rapidshare.com/files/336559609/LUNA.part10.rar
http://rapidshare.com/files/336583445/LUNA.part11.rar


Legenda em porguês (não sincronizada):
http://www.opensubtitles.org/pb/download/sub/3584632