11 de jun de 2009

Filme: El Baño del Papa (O Banheiro do Papa), dir.César Charlone e Enrique Fernandez

O filme é bem explícito.
Quem ainda dá suporte a esses viados de vestido? Papa, bispo, padre... mataram milhões só na América, pregam até hoje o valor do sofrimento, implantaram a idéia de hierarquia social (a pior desgraça política já ocorrida no mundo, o argumento de autoridade simplesmente soterrou a inteligência e o talento), cultuam o obscurantismo, dominam o mercado imobiliário da Europa, extorquem dinheiro do planeta inteiro... é o fim da picada.
Ainda bem que há intelectuais e artistas pra manter a luz do pensamento acesa! Baseado em acontecimento relativamente recente, com muita graça, a obra mostra mais uma cidade vítima desses palhaços.

CINEASTA: CÉSAR CHARLONE / ENRIQUE FERNÁNDEZ
GÊNERO: DRAMA
DIÁLOGO: ESPANHOL
LEGENDA: PORTUGUÊS
TAMANHO: 340MB
FORMATO: RMVB

SINOPSE: "1998, cidade de Melo, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. O local está agitado, devido à visita em breve do Papa. Milhares de pessoas virão à cidade, o que anima a população local, que vê o evento como uma oportunidade para vender comida, bebida, bandeirinhas de papel, souvenires, medalhas comemorativas e os mais diversos badulaques. Beto (César Trancoso), um contrabandista, decide criar o Banheiro do Papa, onde as pessoas poderão se aliviar durante o evento. Mas para torná-lo realidade ele terá que realizar longas e arriscadas viagens até a fronteira, além de enfrentar sua esposa Carmen (Virginia Mendez) e o descontentamento de Silvia (Virginia Ruiz), sua filha, que sonha em ser radialista.
Esse é o primeiro filme de Charlone e de Fernández, gravado - entre outros lugares - em Aceguá, no Rio Grande do Sul, na divisa do Brasil com o Urugüai. O Banheiro do Papa recebeu 3 indicações ao Grande Prêmio Cinema Brasil, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator (César Trancoso) e Melhor Roteiro Original; Ganhou 5 Kikitos de Ouro no Festival de Gramado, nas categorias de Melhor Filme - Júri Popular, Melhor Ator (César Troncoso), Melhor Atriz (Virginia Mendez), Melhor Roteiro e o Prêmio da Crítica; e ganhou o prêmio de Melhor Roteiro, no Festival de Cinema Latino-Americano de Huelva".

Sobre o diretor: "O cineasta César Charlone (O Banheiro do Papa), que há mais de 30 anos adotou o Brasil, está feliz com o desenvolvimento da indústria cinematográfica latino-americana. Mas ainda acha que há muito a ser feito pela divulgação dos filmes dos hermanos. "Há 30 anos que faço essa militância pelo cinema latino-americano. Ainda mais aqui no Brasil, um país muito mais voltado para outros lugares do mundo do que para seus vizinhos", critica o diretor. Charlone acredita que ainda há muito o que se fazer. Principalmente no que diz respeito à distribuição e exibição desses filmes, incluindo aí os brasileiros. "As autoridades não estimulam a exibição, a imprensa não dá todo o apoio que deveria e o cinema ainda é muito caro".
O diretor diz que tem pensado muito no assunto e, uma de suas sugestões é justamente o barateamento dos ingressos como forma de incentivo. "As produções latino-americanas podiam ter entradas mais baratas, além de serem exibidas fora do circuito dos shoppings", afirma Charlone.
Bem... de fato, o cinema uruguaio tomou uma forma bem maior depois da virada do século, a produção de filmes cresceu consideravelmente. Espera-se o mais".

Trailer:

http://rapidshare.com/files/240427192/CinemaCultura.blogspot.com_OBanhDoPp.part1.rar
http://rapidshare.com/files/240427195/CinemaCultura.blogspot.com_OBanhDoPp.part2.rar
http://rapidshare.com/files/240462333/CinemaCultura.blogspot.com_OBanhDoPp.part3.rar
http://rapidshare.com/files/240462336/CinemaCultura.blogspot.com_OBanhDoPp.part4.rar

Nenhum comentário:

Postar um comentário