10 de out de 2009

Filme: Aleksandra, dir. Aleksandr Sokurov, 2007

TÍTULO: Alexandra
TÍTULO ORIGINAL: Aleksandra (Александра)
PAÍS/ANO: Rússia, França/2007
DURAÇÃO: 95 min
GÊNERO: Drama, Guerra
DIREÇÃO: Aleksandr Sokurov
ROTEIRO: Aleksandr Sokurov
ELENCO:
Galina Vishnevskaya (Aleksandra Nikolaevna)
Vasily Shevtsov (Denis)
Raisa Gichaeva (Malika)


Como se decide uma guerra? Senhores bem educados, sempre homens, sentados em cadeiras caríssimas, que assinam papéis e vão para suas mansões nadar, tomar uísque, transar com suas amantes e esposas, pegar uma sauna, ver tv e no outro dia estão prontos para "trabalhar" novamente, com uma distância providencial. Quem guerreia de verdade? Garotos e jovens pobres, na faixa etária entre 18 e 30 anos.
Tudo isso é muito batido, no entanto, Sokurov aborda o absurdo da guerra (termo camusiano, um pouco mais preciso que a acepção comum, mais próximo da irredutibilidade do real aos sistemas racionais) a partir de uma avó comum, de personalidade forte e seca, que, não por outro motivo além de se sentir só, vai visitar o neto russo num acampamento de guerra na Chechênia. Suas preocupações são de avó: os pés feridos do neto, o cheiro de cachorro molhado nas tendas, a comida fria, a saúde, o estado civil etc. Deste formidável ponto de vista, cria-se um clima de absurdidade da guerra sem nenhum clichê comum ao gênero. É um filme desconcertante sem ser bombástico, dada a sutileza típica da genialidade e estilo de Sokurov, que volta a repetir a frase que adora:

_ Meu corpo está velho, mas minha alma aguentaria outra vida.

Destaco o diálogo da velha com um rapazote de outra etnia:
_ Não temos liberdade, não vou a lugar algum.
_ Não é tão simples, a força não está nas armas nem nos braços de ninguém.

Percebam um total deslocamento das abordagens sobre as guerras, ela sequer tem força para entender tamanho absurdo, mas pode encorajar o rapaz a suportar o cotidiano sem perder a esperança, que nesta sequência não se apoia em nada além do que o "seguir vivendo".

Sinopse:
Basicamente um conto sobre a avó que vai visitar o neto, um capitão do exército russo, em serviço na Chechênia. Entretanto, o sujeito de Sokurov não é apenas a Chechênia, mas sim todas as guerras e uma reflexão sobre as feridas psíquicas geradas pelos conflitos. Sustentando um nome que evoca uma antiga civilização, a determinada Alexandra viaja para Grosny para visitar o neto de 27 anos de idade, Dennis, que ela não vê há sete anos. No passeio pela base são atormentados pelo calor opressivo e pela violência. O quartel é apresentado pelo ponto-de-vista da mulher. Com um novo olhar, ela observa a rotina dos soldados e as maquinações numa guerra sem fim.

Trailer:


Download via Rapidshare:

http://rapidshare.com/files/79.....ved.part1.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part2.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part3.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part4.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part5.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part6.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part7.rar
http://rapidshare.com/files/79.....ved.part8.rar

ou

http://rapidshare.com/files/82.....nny.part1.rar
http://rapidshare.com/files/82.....nny.part2.rar
http://rapidshare.com/files/82.....nny.part3.rar
http://rapidshare.com/files/81.....nny.part4.rar
http://rapidshare.com/files/81.....nny.part5.rar
http://rapidshare.com/files/82.....nny.part6.rar
http://rapidshare.com/files/81.....nny.part7.rar
http://rapidshare.com/files/81.....nny.part8.rar

ou

Download via torrent com legenda:
http://www.mediafire.com/download.php?ajmxmdgmywz

Download da legenda em português:

http://www.opensubtitles.org/en/subtitles/3174720/aleksandra-pb

Nenhum comentário:

Postar um comentário