14 de out de 2010

Filme: L'enfant Sauvage (O Menino Selvagem), dir. François Truffaut, 1970

Uma obra de referência no campo das ciências sociais, pois trabalha com a velha questão sobre o que há em nós de natural e o que há em nós de cultural. A direção é do aclamado Truffaut, que sabia muito bem trabalhar com crianças. O filme em si é meio devagar, mas como referência tem que assistir.

Título Original: L'Enfant Sauvage.
Origem:
França, 1970.
Direção:
François Truffaut.
Roteiro:
François Truffaut e Jean Gruault, baseado em livro de Jean Itard.
Produção:
Marcel Berbent.


Sinopse: "Narra a história de um garoto do final do século XVIII que supostamente nunca teve contato com a sociedade, não anda como um bípede, nem fala, lê ou escreve. Ele é resgatado com cerca de doze anos de idade e passa a ser objeto de estudo de um professor ávido pelo conhecimento da condição humana. O filme baseia-se em factos verídicos. E que o mesmo possuia uma linguagem totalmente rudimentar e anti-social, por ter sido afastado da sociedade, por um longo periodo, e que afetou seu nivel intelectual, ja que no periodo em que ele poderia ter sido socializado, e assim atingindo uma linha de raciocinio funcional, na idade em desenvolvimento".

Trailer:



Download via rapidshare:

http://rapidshare.com/files/142228624/L_enfant_sauvage.part1.rar
http://rapidshare.com/files/142228631/L_enfant_sauvage.part2.rar
http://rapidshare.com/files/142231453/L_enfant_sauvage.part3.rar
http://rapidshare.com/files/142231474/L_enfant_sauvage.part4.rar
http://rapidshare.com/files/142231494/L_enfant_sauvage.part5.rar
http://rapidshare.com/files/142234282/L_enfant_sauvage.part6.rar
http://rapidshare.com/files/142234304/L_enfant_sauvage.part7.rar
http://rapidshare.com/files/142233079/L_enfant_sauvage.part8.rar

Legenda em português (não testada):
http://www.opensubtitles.org/pb/subtitles/3112195/l-enfant-sauvage-pb

3 comentários:

  1. Boas!
    Procurava legendas em português para "L'Enfant Sauvage", mas apercebi-me que as leis despóticas do "Big Brother Internético" já cancelaram o MegaUpload :-(

    Seja como for, gostava de apenas dizer que Truffaut é um dos meus realizadores favoritos e que o 1º filme que vi foi precisamente este, quando tinha cerca de 10-12 anos. Marcou imenso a forma como construí a minha imagem, a do outro e a da sociedade.
    Interessava-me essencialmente relevar a responsabilidade social na "criação" de todos e quaisquer seres humanos. Se tivermos esta consciência, dificilmente poderemos julgar os outros de ânimo leve e muito menos aceitar formas de punição tão desumanas como a pena de morte. É que, em última instância, todos somos responsáveis uns pelos outros e não nos podemos demitir dessa responsabilidade.
    Além desta princípio de um ser humano estar condicionado pelas circunstâncias e valores culturais ter sido (e ser) um argumento forte nas ideologias de esquerda, seria interessante estabelecer paralelismos com outros filmes como o "Citizen Kane" de Orson Welles (um outro exemplo de como o mundo circundante - no caso, durante a infância - condiciona comportamentos futuros, sendo injusto julgar Charles Foster Kane apenas pela sua vida adulta.

    Tema interessante que daria "pano para mangas" e ao qual se poderia acrescentar um novo elemento muito em voga na ciência e na cultura leiga - a da importância da herança genética nessa mesma formação comportamental e moral dos indivíduos.

    Uma última nota para o "andamento" ou "ritmo" do filme: desculpar-me-ão, mas a linguagem cinematográfica tem ritmos próprios que nada tem que ver com os filmes de ação. Ou seja, o filme "meio devagar" pode prender muito mais que qualquer filme de acção. Aliás, o objectivo da cadência lenta de "L'Enfant Sauvage" reside em criar uma atmosfera calma, propícia à reflexão.

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. Boas!
    Procurava legendas em português para "L'Enfant Sauvage", mas apercebi-me que as leis despóticas do "Big Brother Internético" já cancelaram o MegaUpload :-(

    Seja como for, gostava de apenas dizer que Truffaut é um dos meus realizadores favoritos e que o 1º filme que vi foi precisamente este, quando tinha cerca de 10-12 anos. Marcou imenso a forma como construí a minha imagem, a do outro e a da sociedade.
    Interessava-me essencialmente relevar a responsabilidade social na "criação" de todos e quaisquer seres humanos. Se tivermos esta consciência, dificilmente poderemos julgar os outros de ânimo leve e muito menos aceitar formas de punição tão desumanas como a pena de morte. É que, em última instância, todos somos responsáveis uns pelos outros e não nos podemos demitir dessa responsabilidade.
    Além desta princípio de um ser humano estar condicionado pelas circunstâncias e valores culturais ter sido (e ser) um argumento forte nas ideologias de esquerda, seria interessante estabelecer paralelismos com outros filmes como o "Citizen Kane" de Orson Welles (um outro exemplo de como o mundo circundante - no caso, durante a infância - condiciona comportamentos futuros, sendo injusto julgar Charles Foster Kane apenas pela sua vida adulta.

    Tema interessante que daria "pano para mangas" e ao qual se poderia acrescentar um novo elemento muito em voga na ciência e na cultura leiga - a da importância da herança genética nessa mesma formação comportamental e moral dos indivíduos.

    Uma última nota para o "andamento" ou "ritmo" do filme: desculpar-me-ão, mas a linguagem cinematográfica tem ritmos próprios que nada tem que ver com os filmes de ação. Ou seja, o filme "meio devagar" pode prender muito mais que qualquer filme de acção. Aliás, o objectivo da cadência lenta de "L'Enfant Sauvage" reside em criar uma atmosfera calma, propícia à reflexão.

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  3. Olá Icarus, bem anotado. Geralmente menciono a cadência lenta dos filmes justamente para o pessoal que está começando a descobrir o cinema de autoria, digo sempre pra ter paciência com o conteúdo. Com relação à legenda, postei outra, que não testei, mas como o Mega foi preso... deixo essa nova. Valeu!

    ResponderExcluir